Osnabruck e Magdeburgo, os primeiros "tomba-gigantes" na Taça da Alemanha

Osnabruck e Magdeburgo, os primeiros "tomba-gigantes" na Taça da Alemanha

O Osnabruck e o Magdeburgo, do terceiro escalão, foram hoje os tomba gigantes da primeira eliminatória da Taça da Alemanha ao afastar o Hamburgo, por 3-1, e o Augsburgo, por 2-0, respetivamente.

Halil Savran, aos 39 minutos, Marc Heider, aos 61, e Ahmet Arsian, aos 71, foram os marcadores dos golos do Osnabruck, que ficou reduzido a 10 unidades desde os 18 minutos, devido à expulsão de Marcel Appiah, que viu o cartão vermelho direto.

O Hamburgo ainda reduziu pelo norte-americano Bobby Wood, aos 74 minutos, na conversão de uma grande penalidade, mas não evitou o afastamento precoce da Taça da Alemanha.

O Magdeburgo, do terceiro escalão, afastou o Augsburgo com golos marcados já quando as equipas pensavam no prolongamento, por Cristian Beck, aos 87, e Tobia Schwede, aos 90+1.

O Estugarda foi obrigado a horas extraordinárias para afastar o Cottbus, do quinto escalão, dado que a decisão quanto ao vencedor só foi tomada através da marcação de grandes penalidades (4-3), após o 2-2 registado no fim do tempo regulamentar.

O Leipzig confirmou o seu estatuto de favorito e goleou por 5-0 o Dorfmerkingen, do quinto escalão, enquanto o Hannover também fez prevalecer essa condição, batendo por 6-2 o Bonner, da mesma divisão

O Wolfsburgo eliminou o Eintracht Norderstedt, do quinto escalão, com um triunfo pela margem mínima de 1-0, com um golo do espanhol Ignacio Camacho (ex-Málaga), aos 59 minutos.