O Rangers desceu, o povo ficou

Os adeptos aderiram em massa para apoiar o Rangers, despromovido à quarta divisão escocesa

Quase 50 mil adeptos do Glasgow Rangers assistiram este sábado ao primeiro jogo da equipa em casa, desde a sua despromoção à quarta divisão de futebol da Escócia, que terminou com uma goleada (5-1) ao East Stirling.

"É um testemunho de paixão, lealdade e compromisso que mostram ao Rangers, o que agradecemos a todos", afirmou o diretor-geral do clube, Charles Green, no final do encontro, cujo número oficial de assistência foi de 49.118, um pouco acima da média que detinha na primeira divisão (45.000).

O desfecho, que contou com três golos de Andy Little, permite aos antigos campeões escoceses liderar com quatro pontos, à segunda jornada, a tabela da "Third Division" (quarto campeonato nacional, por ordem hierárquica).

Só em 1961 é que um jogo desta divisão teve um número similar de espetadores: 37.774, na partida entre o Cristal Palace e o Millwall.

O Glasgow Rangers foi despromovido pelos clubes da liga profissional escocesa, em julho, por impossibilidade de honrar os seus compromissos financeiros, com uma dívida de 166 milhões de euros.

Fundado em 1872, o Glasgow Rangers venceu 54 campeonatos, 33 taças da Escócia e conquistou, em 1972, a Taça dos Vencedores das Taças.