Mourinho preferiu Valencia expulso a fazer a substituição

Mourinho preferiu Valencia expulso a fazer a substituição

Manchester United venceu o Real Salt Lake nos Estados Unidos por 2-1.

O Manchester United disputou o segundo encontro de pré-época nos estados Unidos, venceu o Real Salt Lake por 2-1 e com um episódio curioso. No segundo tempo, o árbitro Allen Chapman assinalou uma falta muito dura de Valencia, jogador dos red devils, sobre Saucedo. O juiz da partida dirigiu-se, então, ao treinador português, e deu-lhe duas opções: ou substituía Valencia ou exibia o cartão vermelho ao jogador.

Mourinho, desagradado, não quis retirar o equatoriano, motivo pelo qual o United acabou o jogo com dez elementos. "O árbitro pediu-se para substituir o jogador e não o fiz, não concordo com o vermelho. Saucedo, penso ser o nome do rapaz, esteve realmente agressivo na segunda parte e viu-se o que aconteceu com Mata e outras ações perigosas. A gente jovem entusiasma-se jogando contra o United e passam de uma mentalidade de jogo particular a outra muito diferente. Mas é a pré-temporada, não há problema e também é uma experiência para nós jogar com um futebolista a menos", comentou Mourinho.

O golo da vitória, refira-se, foi apontado por Lukaku, que assim se estreou a marcar pelos red devils.