Ibrahimovic: um "globetrotter" do futebol com fim inglório

Ibrahimovic: um "globetrotter" do futebol com fim inglório

Avançado sueco representou oito clubes durante a sua carreira, que deve terminar devido à lesão sofrida no joelho.

Há dezenas de adjetivos que podem ajudar a qualificar Zlatan Ibrahimovic. "Irreverente" será, possivelmente, o mais consensual. E a verdade é que o internacional sueco, de 35 anos, prepara-se para colocar um ponto final na carreira de forma inglória: a lesão sofrida no joelho durante o jogo com o Anderlecht, a contar para a segunda mão dos quartos de final da Liga Europa, não deverá permitir ao avançado voltar à competição.

E são 18 anos de uma carreira com muito para contar. Desde 1999, quando se estreou pela equipa principal do Malmoe, Ibrahimovic representou mais sete clubes. Deixou o país natal para rumar ao Ajax, na Holanda, e cedo se estabeleceu como uma das principais figuras da equipa de Amesterdão. Em 2004, assinou pela gigante italiana Juventus, ele que viria a representar outros dois grandes da Serie A: o Inter, onde chegou a ser orientado por José Mourinho, e o Milan. Foi campeão nos três clubes, mas, de permeio, ainda passou pelo Barcelona de Pep Guardiola, estabelecendo uma relação áspera com o técnico que se tornou sobejamente conhecida.

A partir de 2012, no Paris Saint-Germain, tornou-se rei e senhor da Liga francesa. Foram quatro títulos consecutivos, passando sempre a barreira dos 30 golos. Quis o destino (ou a vontade) que fosse José Mourinho o seu último treinador, agora no Manchester United. Após um arranque de temporada titubeante, conseguiu, ainda, apontar 28 golos em 46 jogos, assumindo-se como a grande figura de Old Trafford em 2016/17.

Na seleção da Suécia, marcou uns impressionantes 62 golos em 116 jogos.

A nível de palmarés, conquistou praticamente tudo o que havia para ganhar a nível clubístico, ficando a faltar uma competição de seleções. E, claro, o grande vazio do currículo de Ibra: apesar do leque de clubes que representou, nunca conseguiu vencer a Liga dos Campeões.