Gesto de Messi caiu mal no Egito

Astro argentino ofereceu as chuteiras para leilão durante um programa da televisão egípcia, mas um membro do parlamento daquele país não gostou da ideia.

Lionel Messi está em "maus lençóis" no Egito, e tudo por causa de um par de chuteiras. Durante uma entrevista concedida a uma canal de televisão egípcio, o internacional argentino descalçou-se e deu as botas para leilão. No entanto, o gesto não caiu no goto de um membro do parlamento do país africano.

Said Hassain, que tem o seu prórpio "talk show", disse que "os egípcios não comem o dinheiro que vem dos sapatos de outras pessoas. Teria percebido se ele [Messi] tivesse doado o equipamento do Barcelona, era aceitável. Mas os sapatos? É uma humilhação para todos os egípcios e eu não aceito isso. Podemos não ter muita comida, mas temos orgulho".

Hassain, muito irritado com o sucedido, acrescentou:

"Não precisamos das chuteiras deles e não precisamos da caridade dos outros. Dá as botas ao teu país, a Argentina é cheia de pobreza".

A apresentadora que entrevistou Messi, Mona El-Sharkawy, mostrou-se supreendida com as declarações do membro do parlamento egípcio:

"É tudo falso. É tradição no nosso programa ficarmos com um souvenir do convidado e pô-lo em leilão. Estou surpreendida, nunca disse que iríamos dar para caridade no Egito ou em outro país qualuqer. Não sei porque é que ele [Hassain] disse que o Messi estava a dar as chuteiras ao Egito. Isso nunca foi dito".

No meio de toda a confusão, o jogador do Barcelona e da seleção argentina ainda não se pronunciou sobre o sucedido.