Ataque ao autocarro do Dortmund: suspeito queria lucrar com queda das ações

Ataque ao autocarro do Dortmund: suspeito queria lucrar com queda das ações

Homem de 28 anos, suspeito de ter atacado o autocarro do Borússia Dortmund, já foi detido pela polícia alemã

A polícia alemã anunciou esta sexta-feira a detenção de um homem de 28 anos, suspeito de envolvimento nas explosões que visaram o autocarro do Borússia Dortmund na passada semana.

De acordo com a agência Reuters, o suspeito, de nacionalidade alemã e russa, pretendia lucrar com a queda das ações do clube após o ataque, que ocorreu antes do jogo frente ao Mónaco. Sergej W. foi detido pela polícia na manhã desta sexta-feira, quando se preparava para ir trabalhar.

A mesma agência dá conta que o suspeito, um investidor, terá comprado cerca de 15 mil ações do Dortmund antes do ataque por cerca de 78 mil euros, ação que lhe poderia ter valido cerca de quatro milhões de euros após a queda das ações do clube.