Jogo Duplo: juíza marca para setembro debate instrutório

Jogo Duplo: juíza marca para setembro debate instrutório

Acusação do Ministério Público contra um dos arguidos foi declarada nula.

O Tribunal de Instrução Criminal (TIC) de Lisboa agendou para 5 de setembro o debate instrutório do processo Jogo Duplo, relacionado com viciação de resultados no futebol, após sete dos 27 arguidos requererem a abertura de instrução.

O despacho da Juíza de Instrução Criminal (JIC), a que a Lusa teve acesso esta segunda-feira, indica que a acusação do Ministério Público (MP) "foi declarada nula" quanto a um dos arguidos, sem, no entanto, explicar, neste despacho, os motivos, ficando o processo com 27 arguidos em vez dos 28 iniciais.

A JIC negou ainda inquirições e acareações solicitadas pelos arguidos nos requerimentos de abertura de instrução, considerando-as "meramente dilatórias", razão pela qual não agendou nenhuma diligência antes do debate instrutório, agendado para as 10h00 de 5 de setembro.

Depois do debate instrutório será marcada nova data para a decisão instrutória, que visa pronunciar ou não os arguidos, isto é, se vão ou não a julgamento.

Entre os arguidos estão jogadores do Oriental, Oliveirense, Penafiel e Académico de Viseu, assim como dirigentes desportivos, empresários, um elemento de uma claque, bem como outras pessoas com ligações ao negócio das apostas desportivas.

Em causa estão crimes de associação criminosa em competição desportiva, corrupção ativa e passiva em competição desportiva e apostas desportivas à cota de base territorial fraudulentas.