Futebol e Benfica no top-10 das palavras do ano 2014

Futebol e Benfica no top-10 das palavras do ano 2014

Entre os grandes temas, o desporto-rei foi mais vezes referido do que "saúde" e "política". No caso do desporto, foi "Benfica" o termo mais utilizado, à frente de "Sporting" e "FC Porto"

Mundial, futebol e Benfica são os vocábulos de âmbito desportivo que entram no top-10 das palavras mais utilizadas pela Comunicação Social portuguesa no ano de 2014, respetivamente na quarta, sexta e nona posições. O estudo, a cargo da multinacional Cision, abrangeu o período entre 1 de janeiro e 29 de dezembro do ano que hoje termina, sendo "Euros" a palavra em maior destaque nos órgãos analisados (televisão, rádio, internet e Imprensa).

Garante a empresa autora do estudo que "Euro" obteve 618 527 referências, mais do que "governo" (491 996 referências), "milhões" (451 389) e "mundial", a primeira alusão ao universo do desporto, com 321 803 referências, e que teve o ponto alto durante o verão, quando decorreu, no Brasil, o evento a que o termo diz respeito e que foi ganho pela seleção da Alemanha.

As palavras "futebol" e "Benfica" entram no top-10 geral, sendo que cada uma lidera quando a análise se focaliza em âmbitos mais particulares - "futebol" relega "saúde" e "política" para segundo e terceiro lugares nos grandes temas; já o nome do clube da águia superioriza-se a "Sporting" e "FC Porto" no desporto.

Segundo a Cision, as referências conjuntas dos três grandes no total dos órgãos de Comunicação Social analisados foi de 546 969 referências (não foram fornecidos dados individuais). Se estes três fossem uma palavra só, apenas perderiam para "Euro"...

Fora do âmbito desportivo, o resumo desta análise chama a atenção para alguns detalhes curiosos. Por exemplo para a palavra "banco", décima mais utilizada ao longo de 2014 e que muito ficou a dever ao famigerado "caso BES" para ter alcançado tal notoriedade.

No final do ano, concretamente a partir de 21 de novembro, um novo vocábulo entrou em cena e com uma força impressionante: o termo "Sócrates" teve mais de 40 mil referências em pouco mais de um mês, tornando-se aquele que mais cresceu. E, dizem os autores do estudo, se este se limitasse ao último mês do ano, esta teria sido, sem dúvida, a palavra mais utilizada.