Benfica B vence na Cova da Piedade

Benfica B vence na Cova da Piedade

A equipa secundária do Benfica somou a segunda vitória consecutiva.

Uma maior eficácia na marcação de grandes penalidades ditoua vitória do Benfica B na Cova da Piedade, por 2-1, em partida da 22.ª jornada da II Liga.

Enquanto os benfiquistas não desperdiçaram o penálti de que desfrutaram aos 38 minutos, bem marcado pelo médio Pedro Rodrigues, os piedenses falhar um castigo máximo por Robson, aos 51 minutos. Uma diferença que acabou por ser fatal para a equipa anfitriã.

O conjunto de Almada continua em queda livre, tendo apenas somado um ponto nas últimas cinco jornadas. Já a formação da Luz contabilizou o segundo triunfo consecutivo e está em ascensão na tabela classificativa, ocupando atualmente o quinto lugar.

O Benfica inaugurou o marcador por Heriberto logo aos três minutos. Após uma recuperação a meio-campo, a bola chegou aos pés do ponta direito 'encarnado', que se isolou e bateu o guarda-redes Pedro Alves, perante muitas facilidades concedidas pelo setor recuado dos piedenses.

O Cova da Piedade igualou aos 32 minutos, na sequência de um cruzamento de Robson na direita, com o esquerdino Evaldo, numa cabeçada à ponta de lança, a fazer um grande golo, mas o Benfica não desarmou e, aos 38 minutos, na conversão de uma grande penalidade, a turma da Luz fez o 2-1 por Pedro Rodrigues.

Jogo realizado no Estádio Municipal José Martins Vieira, na Cova da Piedade, Almada.

Cova da Piedade-Benfica B: 1-2.

Ao intervalo: 1-2.

Marcadores:

0-1, Heriberto, 03 minutos.

1-1, Evaldo, 32.

1-2, Pedro Rodrigues, 38 (grande penalidade).

Equipas:

- Cova da Piedade: Pedro Alves, Adilson, Danielson, Bruno Sapo, Carlos Alves (Irobiso, 61), Soares, Siaka Bamba, Robson (André Carvalhas, 73), Evaldo, Rui Varela (Ning, 82) e Ricardo Barros.

(Suplentes: Guilherme, Chico Gomes, Miguel Ângelo, Silas, André Carvalhas, Irobiso e Ning).

Treinador: Sérgio Boris.

- Benfica B: Ivan Zlobin, Aurélio Buta, Francisco Ferreira, Rúben Dias, Yuri Ribeiro, Pedro Rodrigues, Florentino Luís, Dálcio Gomes (João Escoval, 90+2), Heriberto (Saponjic, 89), Diogo Gonçalves e Zé Gomes (Luquinhas, 85).

(Suplentes: André Ferreira, Pedro Amaral, João Escoval, Filipe Ferreira, Jota, Luquinhas e Saponjic).

Treinador: Hélder Cristóvão.

Árbitro: Luís Máximo (AF Castelo Branco).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Danielson (37 minutos), Filipe Ferreira (44), Francisco Ferreira (47), Adilson (56) e Yuri Ribeiro (78).

Assistência: cerca de 1.300 espetadores.