"Não houve confusão nenhuma"

Quim Machado, treinador do V. Setúbal, considera que a ordem de expulsão que recebeu ao intervalo - tal como Sérgio Conceição - não foi justa.

Expulsão: "Nem eu nem o Sérgio devíamos ter sido expulsos, o Sérgio perguntou-me porque estava a pedir amarelos para o V. Guimarães e eu disse que era normal. Defendi a minha equipa e ele a dele.

Depois, vem um ou outro e agarram-nos. Não houve confusão nenhuma. Ele vive o jogo como eu. Duas equipas agressivas, eu defendo a minha e ele a dele. Se calhar o aparato é que levou o árbitro a expulsar-nos".

Exibição: "Quando entrámos no jogo, assumimos desde o início, entrámos para tentar marcar e penso que jogamos bem. O Vitória teve uma reação positiva, numa casa difícil. Passámos por momentos difíceis, mas sempre que possível conseguimos sair a jogar. Tivemos uma ocasião, pelo Cissé, para o 2-0. A primeira parte foi muito boa, bem disputada."

Expulsões: "Na segunda parte, jogámos com dez jogadores e com nove e é muito mais difícil. Mas é de louvar a atitude dos meus jogadores. Só quem acredita e tem uma mentalidade forte joga assim. Jogámos de forma agressiva e marcámos dois golos em Guimarães, o que não é fácil. Parece que houve uma batalha campal com tantos amarelos à nossa equipa, mas os amarelos não correspondem ao que se passou no jogo. Foi um jogo correto dos dois lados. É duro jogar tanto tempo com nove jogadores, mas hoje pelo espírito de grupo que temos, mostrámos que temos uma boa equipa. Com menos dois, é difícil".