Pedro Madeira Rodrigues acusa presidente da AG do Sporting de falta de isenção

Pedro Madeira Rodrigues acusa presidente da AG do Sporting de falta de isenção

Recorde-se que Pedro Madeira Rodrigues foi intimado por Jaime Marta Soares, presidente da Assembleia Geral do Sporting, a apresentar provas de alegados casos de coação e intimidação por parte da candidatura de Bruno de Carvalho.

A candidatura de Pedro Madeira Rodrigues à presidência do Sporting emitiu uma nota de imprensa, onde acusa Jaime Marta Soares, presidente da Assembleia Geral do clube de Alvalade, de "falta de isenção e equidistância" em relação ao processo eleitoral.

"Jaime Marta Soares deve delegar num Vice-Presidente a responsabilidade pelo ato eleitoral do Sporting. As recentes declarações do ainda presidente da Assembleia Geral do Sporting demonstram uma evidente falta de isenção e imparcialidade, tomando suas as palavras da campanha de Bruno de Carvalho. É cada vez mais evidente e transversal o esgotamento desta equipa à volta do
atual presidente", pode ler-se na nota publicada pela candidatura de Pedro Madeira Rodrigues.

O comunicado do candidato à presidência do Sporting surge depois de Jaime Marta Soares ter pedido a Pedro Madeira Rodrigues que apresentasse provas dos alegados casos de coação e intimidação por parte da candidatura Bruno de Carvalho, sob pena de incorrer "na eventual prática de um crime de calúnia e difamação".

Recorde-se que Pedro Madeira Rodrigues fez algumas acusações à liderança de Bruno de Carvalho, garantido que "existe um clima de medo e coação em Alvalade".