Bas Dost, mais um a ver Messi levar a "Bota" para casa

Bas Dost, mais um a ver Messi levar a "Bota" para casa

A potência goleadora de Messi e Cristiano Ronaldo não têm dado espaço à concorrência na última década na corrida pela Bota de Ouro. Esta época, é Bas Dost que deverá ficar a "ver navios".

Messi e Cristiano Ronaldo têm repartido tudo o que é prémios individuais de futebol na última década. E caso não haja surpresas de maior na última jornada dos campeonatos nacionais, o avançado argentino do Barcelona arrecadará a Bota de Ouro, para o melhor goleador europeu.

O primeiro prejudicado desta supremacia será Bas Dost, conforme aponta esta sexta-feira o jornal "As". Não havendo Messi, o holandês do Sporting estaria a lutar na última jornada pelo galardão, a par com Lewandowski.

Messi soma 70 pontos depois de marcar 35 golos em 33 partidos na liga espanhola. Bas Dost tem 62 pontos, fruto de 31 golos em 30 partidas e o avançado do Bayern de Munique está com 60 pontos, depois de marcar 30 golos em 32 partidas.

Bas Dost não é o primeiro prejudicado pela potência goleadora de Messi e Cristiano. De Dani Guiza a Di Natale, passando por Drogba ou Huntelaar, outros têm sido, na última década, os que veem o argentino ou o português a não darem hipóteses.

Na época passada, foi Luis Suárez a ganhar um troféu, mas esta época volta de novo para as mãos de Messi que, com Cristiano Ronaldo, tem dominado a última década.