Jesus sobre a arbitragem: "Quando as coisas são tão evidentes nem vale a pena repeti-las"

Jesus sobre a arbitragem: "Quando as coisas são tão evidentes nem vale a pena repeti-las"

O treinador do Sporting recusa a ideia de motivar os jogadores tendo como base os erros cometidos pelas equipas de arbitragem contra a formação leonina.

Jorge Jesus nem quer pensar em utilizar os erros de arbitragem como meio para motivar os jogadores do Sporting. O técnico leonino, na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o rival Benfica, considerou que há coisas "tão evidentes que nem vale a pena repeti-las".

"Penso que um treinador não motiva nenhuma equipa focando os erros da arbitragem. Quando as coisas são tão evidentes nem vale a pena repeti-las, porque só se veem tristezas", atirou Jesus, na véspera da receção ao líder Benfica.