Francisco Geraldes forçado a ir ao Sporting B

Francisco Geraldes forçado a ir ao Sporting B

Médio de 21 anos não escondeu a azia por ficar na bancada no regresso ao Moreirense e também expressou descontentamento por ser agora opção para tentar salvar equipa secundária da descida

Não está a ser pacífica a reintegração de Francisco Geraldes no Sporting. O internacional sub-21 português, que passou a primeira metade da época emprestado ao Moreirense, foi resgatado aos cónegos durante o mercado de inverno para se reincorporar no plantel às ordens de Jorge Jesus e dar maior forma à reconversão do elenco com base mais assente nos valores provenientes da formação - uma nova ordem preconizada pela Sporting SAD -, mas o médio foi ontem obrigado a jogar pela equipa B. O cenário desagradou em absoluto ao jogador, que, apurou O JOGO, até recusou num primeiro momento alinhar no duelo perante o Varzim (ler mais informação nas páginas 6 e 23).

Porém, o atleta não teve outra escolha senão acatar a ordem e cumpri-la, à luz do profissionalismo e do respeito pelas suas obrigações contratuais e, apesar de ser o melhor em campo, não evitou nova derrota, que deixou os verdes e brancos ainda mais próximos da descida de escalão. Ainda sem ter sido opção para Jesus e agora na contingência de se tornar opção de recurso para salvar os bês, Francisco Geraldes deixou internamente expresso o seu descontentamento, num processo cujo tom, sublinhe-se, lhe tem desagradado desde o início.

A progredir nos minhotos de forma assertiva, Francisco Geraldes foi um dos esteios do coletivo que venceu a Taça da Liga há pouco mais de duas semanas. Ao jogador foi declarado pela SAD leonina de que janeiro passado era a altura ideal para regressar à base, sob pena de se perder igual oportunidade no futuro. Motivado, o centrocampista brilhou na final da prova acima referida, frente ao Braga, mas ao contrário de Daniel Podence e João Palhinha, ainda não calçou com o leão de novo colado ao peito, embora tenha sido sempre chamado. Sem sair do banco no clássico do Dragão, Francisco Geraldes nem sequer entre suplentes figurou na deslocação justamente a Moreira de Cónegos - que para si encerrava especial significado - e viu o desafio da bancada. Aliás, o 18 ainda não se estreou oficialmente pela equipa principal leonina.

LEIA NA ÍNTEGRA NA EDIÇÃO E-PAPER E IMPRESSA DE O JOGO