Bruno de Carvalho aceitou saída de Octávio Machado

Bruno de Carvalho aceitou saída de Octávio Machado
Rafael Toucedo/Rui Miguel Gomes

Tópicos

Presidente leonino já deu resposta ao pedido efetuado pelo diretor-geral do futebol profissional.

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, aceitou o pedido de demissão do diretor-geral para o futebol profissional Octávio Machado. Segundo o que O JOGO apurou, o dirigente máximo dos leões, que, recorde-se, tinha assegurado em várias ocasiões públicas que pretendia manter o dirigente na estrutura do futebol profissional, decidiu aceitar a saída de Octávio Machado, face aos argumentos invocados, e já comunicou a sua decisão, dispensando-o mesmo de se apresentar na Academia, em Alcochete.

Assim, Octávio Machado deverá deixar definitivamente em termos oficiais as suas funções até ao final do presente mês, ainda que na prática tal possa acontecer antes, isto na sequência da perda progressiva de responsabilidades e esvaziamento de tarefas a que tem sido sujeito nos últimos meses. A possibilidade de Octávio Machado desempenhar outras funções dentro da estrutura do clube está, até ver, afastada. É que além da perda de influência na gestão desportiva e a redução de funções a que foi sujeito, Octávio Machado tem também acusado o desgaste da exposição pública, bem como a deterioração de relações com alguns elementos da estrutura do emblema verde e branco, aspetos que naturalmente se têm refletido em termos de saúde.

Aos 68 anos e com uma vasta experiência profissional ligada ao futebol de mais alto nível, sobretudo em emblemas como FC Porto e Sporting, Octávio Machado está, assim, prestes a encerrar um ciclo numa longa carreira como técnico ou dirigente.