Sérgio Conceição recorda a época passada: "É bom sinal"

Sérgio Conceição recorda a época passada: "É bom sinal"

Treinador do FC Porto recordou que os dragões deixaram dois pontos em Tondela na última temporada.

Análise: "Há sempre medo quando se ganha pela margem mínima. É normal. Não é medo, é ver lances de bola parada, bola longa, podia ter acontecido uma coisa para a qual estávamos precavidos. Acho que é sempre difícil jogar contra uma equipa que faz do jogo direto uma constante, onde a primeira bola, a segunda bola, os duelos, a agressividade estão sempre presentes. A jogar assim, não vai ser fácil levar pontos de Tondela. Não se pode dizer que foi um espetáculo brilhante. Tentamos cada vez que podíamos meter a bola no chão, jogar, ter uma dinâmica de jogo interessante mas mérito tem de ser dado ao Tondela pela forma como nos condicionou no corredor central".

Segunda parte: "Na segunda parte estivemos um pouco melhor, podíamos ter feito o 2-0, mas não conseguimos. Penso que foi um jogo controlado da nossa parte onde o adversário teve reação".

O que corrigir?: "O Tondela é uma equipa agressiva e tínhamos de igualar essa agressividade, essa vontade de meter muita gente na zona da bola. Ser inteligentes na gestão do jogo, como fomos em muitos momentos. Podíamos ter feito três ou quatro golos, não fizemos, mas estas vitórias são saborosas porque, recorde, o FC Porto deixou dois pontos em Tondela na época passada. É bom sinal".

Estas vitórias são importantes para ganhar confiança nos jogos fora?: "Seria estúpido da minha parte dizer que a nossa equipa não tem confiança, porque tem uma qualidade enorme. Jogar fora ou em casa é a mesma coisa, não há diferença nessa situação. Agora claro, temos adversários que nos colocam dificuldades mas o importante é isso mesmo. Mas estou curioso para ver como é que as equipas vão passar em Tondela, porque a jogarem assim não será fácil".