Nuno Espírito Santo sobre Brahimi: "É um absurdo"

Nuno Espírito Santo sobre Brahimi: "É um absurdo"

Treinador do FC Porto condenou o castigo imposto a Brahimi, que falhará os próximos dois jogos após ter sido expulso do banco frente ao Braga

O castigo de dois jogos aplicado a Brahimi após o jogo frente ao Braga mereceu duros reparos por parte de Nuno Espírito Santo, que criticou a ação do quatro árbitro e falou numa situação "absurda".

"Há coisas que são difíceis de explicar. Nós enquanto clube, e eu particularmente, venho dizendo que é preciso colaborar, é preciso ser paciente, perspetivar sempre que os árbitros tenham um bom desempenho e sejam justos. Mas é muito difícil explicar aos meus jogadores, e é muito complicado explicar aos nossos adeptos, o que aconteceu em Braga, que não tem explicação ou defesa possível. Fomos vítimas claras de uma injustiça, eu estava lá, estava no banco, sei o que se passou. Não se passou nada que justificasse a expulsão do Brahimi e o castigo de dois jogos. É estranho e é absurdo".

O FC Porto já recorreu da sanção imposta ao argelino, que foi expulso do banco de suplentes nos minutos finais da partida, decisão aplaudida pelo treinador do FC Porto.

"Como é sabido o clube recorreu, espero que seja feita justiça nesse recurso. Estamos solidários com o jogador, que foi injustiçado, não merecia estar indisponível por dois jogos e queremos que seja reposta a verdade. Não se passou nada que se adequasse à expulsão e ao castigo posterior", rematou.