"Layún disse-me que não tem propostas da Europa"

"Layún disse-me que não tem propostas da Europa"

O antigo internacional Garcia Aspe conversou com o lateral antes de este partir para a Taça das Confederações

Antes de a seleção mexicana partir para a Taça das Confederações, prova que terminou em quarto lugar depois de perder com Portugal, Garcia Aspe teve oportunidade de falar com Layún, que se mostrou inseguro em relação ao futuro. Aliás, por essa altura, o seu empresário, Jorge Berlanga, admitiu publicamente estar à procura de colocação para o defesa portista que, recorde-se, juntou-se ontem aos treinos do FC Porto.

"O Miguel confessou-me que não tinhas muitas ofertas da Europa porque não tinha jogado muito no FC Porto, na última época. E isso condiciona. Pode voltar para o Monterrey, mas eu não gostaria. É um excelente lateral e devia continuar na Europa, seja a dar a volta no FC Porto ou noutro clube", aconselha. O Rayados ainda não desistiu de o contratar - apesar de estar a estudar outras alternativas - e dinheiro não parece ser o problema. A vontade de Layún é que não passa por regressar já ao seu país. "As equipas de Monterrey, como o Rayados, que o quer, pagam muito bem, ao nível da Europa. O Tigres tem até o Gignac, que é o jogador mais bem pago do campeonato mexicano. Dinheiro não será problema, mas acredito que o Layún não queira voltar já", referiu.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.