FC Porto já detém 63,71% do capital da SAD

FC Porto já detém 63,71% do capital da SAD

FC Porto passa a ter 9.555.881 ações da SAD, o que corresponde a quase 64 por cento.

O FC Porto anunciou esta terça-feira, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), ter comprado, a 23 de dezembro, mais de 464 mil ações da SAD, passando a deter 63,71% do respetivo capital.

Eis o comunicado do FC Porto enviado à CMVM:

"Nos termos e para os efeitos do disposto nos artigos 16.º e 17.º do Código dos Valores Mobiliários e no artigo 2.º-A do Regulamento da CMVM n.º 5/2008, ambos na sua redação à presente data, o Conselho de Administração da Futebol Clube do Porto - Futebol, SAD ("Sociedade") informa o mercado e o público em geral do seguinte:

O Futebol Clube do Porto comunicou-lhe que, na sequência da liquidação física e financeira da oferta pública de aquisição obrigatória sobre as ações ordinárias emitidas pela Sociedade ocorrida no dia 23 de Dezembro de 2014, passou a ser titular direto de mais 464.746 ações ordinárias representativas do capital social da Sociedade, passando assim a ser titular direto de ações ordinárias representativas do capital social da Sociedade em montante superior a 60% da totalidade dos direitos de voto e do capital social da Sociedade.

Em consequência desta aquisição, ao Futebol Clube do Porto passou a ser imputável, nos termos do artigo 20.º do Código dos Valores Mobiliários, um total de 9.555.881 direitos de voto inerentes a 9.555.881 ações ordinárias representativas de 63,71% dos direitos de voto e do capital social da Sociedade, incluindo, para além dos 9.282.931 direitos de voto inerentes a 9.282.931 ações ordinárias representativas do capital social da Sociedade de que o Futebol Clube do Porto é titular, 250.000 direitos de voto inerentes a 250.000 ações ordinárias representativas do capital social da Sociedade da titularidade de Jorge Nuno Lima Pinto da Costa, 10.450 direitos de voto inerentes a 10.450 ações ordinárias representativas do capital social da Sociedade da titularidade de Ilídio Borges Pinto, 9.850 direitos de voto inerentes a 9.850 ações ordinárias representativas do capital social da Sociedade da titularidade de Reinaldo da Costa Teles Pinheiro, 2.175 direitos de voto inerentes a 2.175 ações ordinárias representativas do capital social da Sociedade da titularidade de Alípio Jorge Calisto Fernandes, 275 direitos de voto inerentes a 275 ações ordinárias representativas do capital social da Sociedade da titularidade de Álvaro José Pereira Pinto Júnior e 200 direitos de voto inerentes a 200 ações ordinárias representativas do capital social da Sociedade da titularidade de Eduardo Jorge Tentúgal Valente, Presidente e Vice-Presidentes do Futebol Clube do Porto, respetivamente".