Conselho de Disciplina absolve FC Porto

Conselho de Disciplina absolve FC Porto

Caso respeita ao processo disciplinar por arremesso de tochas e petardos no Estoril-FC Porto

O Conselho de Disciplina da FPF decidiu absolver o FC Porto no processo disciplinar motivado pelo arremesso de tochas e petardos na segunda parte do jogo dos dragões em casa do Estoril, a 28 de janeiro.
O clube azul e branco incorria, recorde-se, numa pena de um a quatro jogos à porta fechada.

Durante o jogo com o Estoril, disputado a 28 de janeiro, e que terminou com o triunfo do FC Porto, por 1-0, os adeptos portistas arremessaram petardos para o relvado do Estádio António Coimbra da Mota, que levaram ao atraso do início da segunda parte e à assistência ao guarda-redes Moreira.

Mais tarde, por volta do minuto 70, logo após a ter sido invalidado por fora de jogo um golo ao FC Porto, foram novamente lançados pelos adeptos portistas mais petardos, obrigando Moreira a fugir do local, tendo o jogo sido parado mais alguns minutos.

O guarda-redes do Estoril, ouvido pelo CD no decorrer deste processo disciplinar, afirmou que não foi atingido por qualquer tocha ou petardo.