Presidente da APAF revela: "Um pai deu uma bofetada num árbitro de 15 anos"

Presidente da APAF revela: "Um pai deu uma bofetada num árbitro de 15 anos"

Luciano Gonçalves, presidente da APAF, falou do ambiente em torno da arbitragem, em declarações à margem da gala Quinas de Ouro

Luciano Gonçalves realçou, à margem da gala Quinas de Ouro, que o ambiente em torno da arbitragem portuguesa "está um pouco mais calmo", mas revelou que um árbitro menor foi vítima de agressão num jogo do escalão Sub-12 da Associação de Futebol de Viseu.

"O ambiente está um pouco mais calmo, mas não o suficiente, até porque este fim de semana voltou a haver agressões nos campeonatos regionais. Enquanto isto for assim, não podemos dizer que o ambiente está calmo. Foi uma agressão a um miúdo de 15 anos num jogo de miúdos de 12 anos. Um pai deu uma bofetada num árbitro de 15 anos. É isto o nosso futebol. Infelizmente é isto o nosso futebol. Como já disse, tudo é que feito de bom e de mau em cima transmite-se por aí abaixo. É normal que todo o péssimo ambiente que existe em cima tenha reflexo cá em baixo pela negativa quando se tratam de situações negativas" atirou o presidente da APAF.

Luciano Gonçalves abordou ainda o clássico entre FC Porto e Benfica, destacando que o Conselho de arbitragem escolherá o árbitro indicado para o encontro da 27ª jornada da I Liga.

"Espero que seja um grande jogo de futebol disputado por três grandes equipas e é isso que qualquer adepto que goste de futebol espera. O Conselho de Arbitragem saberá, melhor do que ninguém, qual o árbitro que possa desempenhar esse papel na perfeição", acrescentou Luciano Gonçalves.