Luís Filipe Vieira manda comprar Mile Svilar

Luís Filipe Vieira manda comprar Mile Svilar
Pedro Miguel Azevedo

Tópicos

Apontado como um dos guarda-redes mais promitentes na Europa, o belga de 17 anos é visto como um bom concorrente para Júlio César, podendo seguir processo similar ao de Ederson.

Mile Svilar, guarda-redes de 17 anos do Anderlecht, está na lista de alvos do Benfica e o presidente Luís Filipe Vieira já deu mesmo ordem para a estrutura avançar no sentido de assegurar a contratação da grande promessa belga. Ao que O JOGO apurou, a intenção é ter o internacional sub-19 a competir com o veterano Júlio César pela titularidade na nova temporada, recriando um processo similar ao de Ederson em 2015/16. Nesse ano desportivo, o brasileiro chegou do Rio Ave (com 21 anos), entrou como segunda opção para a baliza, mas, quando teve oportunidade, não mais largou a titularidade.

Svilar é apontado como um dos mais promissores da sua geração, razão pela qual foi assediado por Arsenal, Manchester United ou Chelsea. Apesar disso, renovou por três épocas, até junho de 2018, com o campeão belga. E é desta situação contratual que os encarnados esperam tirar vantagem, valendo-se do facto de, em janeiro próximo, o atleta poder assinar por outro emblema sem mais-valias significativas para o Anderlecht. Mas as águias pretendem o jogador já, dispondo-se a negociá-lo.

Ao que apurámos, Svilar ganhará cerca de 600 mil euros brutos/época, sendo projetado pelo Anderlecht como titular... mas apenas em 2018/19 - mediante prolongamento do vínculo -, até porque neste defeso já assegurou, por empréstimo do Newcastle, Matz Sels, que se junta ao titular da época passada, Franck Boeckx. Duas sombras que deixam Svilar mais longe da ambição de jogar já noutro patamar.

A cumprir a pré-época com o Anderlecht, Svilar espera para ver o que vai acontecer até ao fecho do mercado, numa altura em que terá 18 anos - completa-os no dia 27 de agosto - e já poderá rubricar um compromisso de longa duração. A O JOGO, o pai do atleta, Ratko Svilar, colocou as águias como destino interessante. "O Benfica é um grande clube, está na Champions e, nos últimos anos, promoveu guarda-redes como Ederson ou Oblak", disse o antigo guardião, que prefere ver o seu filho sair e jogar do que ficar parado. "Mile, com esta idade, já é melhor do que eu era. Tem grande talento, pode ser um dos melhores do mundo, mas precisa de jogar", enfatizou.