Krovinovic de olho no lugar de Pizzi

Krovinovic de olho no lugar de Pizzi
Marco Gonçalves

Tópicos

Dizendo-se pronto para lutar pela titularidade, está ciente da possibilidade de saída do camisola 21, algo que lhe facilitaria a vida

Centro das atenções na Croácia pela sua transferência para o Benfica, Krovinovic não se poupa na ambição e promete tudo fazer para se afirmar na Luz. "Estou pronto para uma luta dura por um lugar. Todos sabem que no Benfica há muita competição, até porque tem algumas estrelas do futebol, mas é por isso também que escolhi o clube", afirmou, à Imprensa croata, até já estar de olho no lugar de Pizzi.

"Vamos ver se fica na próxima época", realçou, ciente da possibilidade de o futebolista, indiscutível na posição 8, sair. "Vai ser um prazer lutar e treinar para ganhar espaço numa equipa como o Benfica. Vou dar o melhor, provar a minha qualidade e justificar a confiança de todos", garantiu, confessando: "Ainda nem acredito que estou no Benfica. Nem consigo dizer o quão impaciente estou por começar a treinar."

Entrando num clube que se sagrou este ano tetracampeão, Krovinovic só pensa em manter as águias na rota do sucesso. "Os adeptos do Benfica estão habituados a ganhar títulos, por isso todos queremos continuar a dominar o futebol português", ressalvou, abordando os outros convites.

"Escolhi entre o Nice e o Benfica. Sei que jogaria mais no Nice, e até mais no Braga, mas não tenho medo", assegurou, mostrando a sua felicidade por ser pretendido na Luz por Rui Costa. "É o braço-direito do presidente e manda em muitas coisas no clube. Vi umas frases dele em que dizia que, como jogador, podia jogar a 8, 10 ou à esquerda, algo que fiz no Rio Ave. Se calhar, talvez me tenha reconhecido de alguma forma nele", atirou.

Desafiado, agora que chegou ao Benfica, a apontar novos objetivos, Krovinovic lançou: "Não quero pensar demasiado no futuro, quero provar o meu valor e jogar no Benfica. Tornar-me um jogador importante. Isso é o mais importante", sublinhou, ainda que reconheça: "Mas claro que quero, um dia, jogar pela seleção principal."