Jorge Jesus castigado com um mês

Conselho de Justiça já oficializou a decisão e considerou que houve "lesão da honra e reputação" dos agentes da PSP e não agressão. O treinador só regressa para a partida com o V. Setúbal, no dia 20 de dezembro

Jorge Jesus foi castigado com 30 dias de suspensão pelos incidentes no final da partida em Guimarães, quando se envolveu em escaramuças com agentes da PSP para tentar evitar a detenção de um adepto que tinha invadido o campo. O Conselho de Disciplina da FPF já tornou pública a decisão e o técnico foi ainda multado em 5.355 euros.

O Conselho de Disciplina resolver aceitar a proposta de sanção feita pela Comissão de Instrução e Inquéritos da Liga, responsável pelo apuramento dos factos. Os 30 dias de castigo resultam do artigo 136 do Regulamento Disciplinar, que aborda "lesão da honra e reputação" dos agentes em causa. Isto é, para aquele órgão não houve agressão nem tentativa de agressão. A pena começa a contar já hoje, dia em que o técnico foi notificado.

O técnico só regressará aos bancos na partida com o V. Setúbal, marcada para o dia 20 de dezembro, a última antes da paragem de Natal e Ano Novo. Até lá, irá falhar o jogo com o Braga do próximo sábado, bem como os jogos com Rio Ave, Arouca e Olhanense. O castigo aplica-se apenas às provas internas, pelo que Jesus irá orientar a equipa nas duas partidas da Liga dos Campeões, tanto em casa do Anderlecht como frente ao Paris Saint-Germain.

EM ATUALIZAÇÃO