Cristante: críticas em Itália

Francesco Coco, Giovanni Stroppa e Cristian Brocchi, ex-jogadores do Milan e da seleção italiana, ficaram chocados com o negócio de última hora. E preveem que o Benfica o valorize e lucre muitos milhões

A venda de Cristante do Milan para o Benfica, a título definitivo e por seis milhões de euros, chocou os italianos e gerou um terramoto de reações. Ninguém aceita que o clube rossonero se tenha desfeito de um jovem promissor - numa altura de dificuldades financeiras -, no qual os adeptos milaneses depositavam grande esperança de ser o próximo transmissor da mística do clube por lá ter feito a formação, ainda por cima para preencher a sua vaga com outro jovem, mas estrangeiro (Van Ginkel).

Ex-internacionais italianos que passaram pelo Milan não se calaram. Francesco Coco até perspetivou que daqui a uns anos o Milan vai perceber a asneira que fez: "Lamento... Não percebi o porquê! O Milan tinha em casa um jogador muito talentoso e o Benfica reparou nele, levou-o por seis milhões e não me surpreenderá se o venderem, em poucos anos, por pelo menos 25 milhões. Temo que o Milan nesta operação fique a chupar no dedo...".

Texto na íntegra na edição impressa