"Paulo Fonseca e Lito Vidigal eram amigos..."

"Paulo Fonseca e Lito Vidigal eram amigos..."
André Bastos

Tópicos

A polémica entre Lito Vidigal e Paulo Fonseca causou estranheza a Vítor Manuel, antigo treinador de ambos no Belenenses, em 1996/97.

A guerra de palavras entre Paulo Fonseca e Lito Vidigal, no final do Arouca-Braga (0-0), surpreendeu meio mundo. Fonseca chamou "engraçadinho" ao colega, reagindo às críticas sobre o atual desempenho dos arsenalistas, "aquém da época passada"; Lito acusou o Braga de se ter "acagaçado" em Alvalade e falou de treinadores que "sobem ao palanque e perdem a personalidade".

A escalada verbal causou estranheza, ainda mais porque os dois treinadores foram colegas de equipa no Belenenses, em 1996/97, sob o comando de Vítor Manuel. "Estranhei esta troca de galhardetes, não foi de muito bom tom, até porque eles eram amigos", disse o antigo treinador de ambos a O JOGO, reforçando: "Na altura éramos muito unidos." Vítor Manuel reconhece que por vezes "há aquelas provocações para picar os adversários" e tenta encontrar explicação para a contenda no encontro realizado em Braga: "Talvez tenha a ver com o jogo da primeira volta... Fiquei surpreendido e não gostei da situação, porque são dois treinadores educados, com equipas muito organizadas." O técnico de 63 anos não esconde que "houve momentos em que lhes achei piada" e entende que os dois ex-jogadores terão "capacidade para ultrapassar" a situação. "Às vezes, as amizades não são eternas, mas tenho a certeza de que ambos vão pedir desculpa, se é que já não o fizeram", sublinhou.