Ligas Internacionais

Presidente da Liga alemã pede a demissão de Blatter

Publicado
Reinhard Rauball exige credibilidade da parte da FIFA, na sequência do escândalo dos subornos tornado público recentemente.
O presidente da Liga alemã de futebol (DFL) pediu hoje a demissão do líder máximo da FIFA, o suíço Sepp Blatter, para que o organismo "volte a ter credibilidade", depois do escândalo dos subornos.

"Blatter tem de passar as funções a outra pessoa e abandonar o cargo o mais rápido possível, de modo a que a FIFA possa recuperar a sua credibilidade. É preciso mudar mas é sempre difícil alcançar essa mudança quando uma das pessoas que faz parte do problema continua em funções", afirmou Reinhard Rauball.

Na última semana foi confirmado que o antigo presidente da FIFA João Havelange e o ex-líder da Federação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, receberam, nos anos 90, subornos de uma empresa de marketing (ISL) no valor total de 11,5 milhões euros e que Sepp Blatter terá tido conhecimento desse processo.

"Ele (Blatter) sabia desses movimentos financeiros, embora só tenha tido conhecimento mais tarde. Mas, mesmo quando soube não tomou nenhuma medida para defender a imagem da FIFA. O processo indica que o total de subornos ultrapassou os 100 milhões de euros. Onze milhões já sabemos onde foram parar, mas para que bolso foram parar os restantes 90?", questionou Rauball, que é também presidente do Borussia Dortmund.

Joseph Blatter, de 76 anos, assumiu a presidência da FIFA em 1998 e no ano passado foi reeleito para um quarto mandato à frente do organismo, tendo já anunciando que não se vai candidatar em 2015.


Envie o Seu Comentário

Caracteres disponíveis: 250 caracteres

Comentários
  • responderCarlos Moreira15.07.2012 - 07:35Foi preciso um Alemão exigir a demissão ? Em Portugal ninguem consegue punir a corrupção dos homens da fruta ... Quanto mais demiti-los !
  • Anónimo15.07.2012 - 08:19nem dos homens do po branco ninguem os prende