FC Porto

Jackson: Nápoles era verdade

Publicado
Pausa nas negociações: Cláusula de rescisão é o ponto mais sensível, porque Jackson sabe que é difícil um jogador de 27 anos valer mais de 40 milhões de euros.
Afinal, o que é que se passa para que FC Porto e Jackson ainda não tenham chegado a um entendimento para renovar contrato? Estranha-se que o acordo, ou a falta dele, ainda não tenha sido tornado público. Tratando-se de um jogador apetecível, o mais normal seria que os azuis e brancos - que se habituaram a jogar em antecipação - já tivessem nas mãos outros argumentos para limitarem os ataques do mercado com uma cláusula que restringisse o leque de compradores a meia dúzia de emblemas mais endinheirados.

Mas a verdade é que este processo pouco ou nada evoluiu. Na fase em que Jackson pressionou a direção da SAD portista e admitiu à Imprensa a possibilidade de deixar o clube, havia mesmo uma proposta que agora se confirmou. "De concreto só mesmo o Nápoles, que tentou negociar, mas o FC Porto não quis ouvir nada, porque queria que eu ficasse", deixou escapar o colombiano a O JOGO. Espremidos, os rumores que colocaram o avançado do FC Porto na rota de vários emblemas não foram além de uma primeira abordagem. "É verdade, dois eram ingleses e não passaram do primeiro passo", reconheceu.

Ler artigo sobre a renovação de Jackson na edição e-paper e impressa